Feira de Produtos da Terra & Feira do Livro

O Município de Alvaiázere promoveu a Feira dos Produtos da Terra aliando-a, este ano, à XII Feira do Livro. Decorreu de 13 a 16 de dezembro, numa tenda no Parque Multiusos, com cerca de 500 metros quadrados abertos ao público.

A Feira dos Produtos da Terra nasceu com o objetivo de incentivar e potenciar o desenvolvimento da atividade agrícola, artesanato e do comércio local e vai já na XIX edição. Contou com cerca de 40 produtores e artesãos que, aproveitando a dinamização da promoção dos produtos endógenos que o Município tem vindo a desenvolver, deram a conhecer, mais uma vez, aquilo que de melhor sabem e fazem, para além de terem a oportunidade de escoar parte dos seus produtos.

Em relação à Feira do Livro, com um programa diversificado e direcionado para as crianças, jovens e comunidade em geral, este ano contemplou também as IPSS’s do Concelho, bebés e seus familiares. Estiveram expostos cerca de 1300 livros, de diversas editoras que puderam ser adquiridos a preços substancialmente mais baixos, de forma a incentivar novos e graúdos, a gostarem de ler, seja o que for (livros de culinária, romances, de história, de saúde, de desporto e de lazer).

Durante os quatro dias de feira, passaram pelo local vários ciclos de ensino da Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Ribeiro Ferreira e da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó (ETP Sicó) para visitas à Feira do Livro e para assistirem aos vários espetáculos que foram dinamizados durante o evento, nomeadamente: espetáculo pedagógico “Afinal tenho uma amiga chamada Matemática” da Embaixada do Conhecimento para alunos do 2º ciclo; comédia “Geração Facebook” direcionado para os alunos do ensino secundário e 3º ciclo, onde quatro jovens amigos - um nerd, uma loira burra, o miúdo mais giro da escola e uma rapariga homossexual - descobrem que o amor pode estar mesmo à sua frente, depois de muitas peripécias, percebem que, para o tornar real, vale tudo: Facebook, Snapchat ou Skype; espetáculo “Hakuna Matata”; espetáculo musical “Do cocheiro à cozinheira o Natal é uma grande trabalheira” e espetáculo “O Comboio dos Ventos”. Além de todos estes espetáculos musicais e pedagógicos, no domingo dia 16, a Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica de Santa Cecília deu música a todos os presentes e visitantes.

Ana Catarina de Oliveira