XVIII Semana da Educação

Abertura da Semana da Educação com Ginástica Acrobática

A XVIII edição da Semana da Educação, este ano desenrolou-se do dia 1 de abril ao dia 6 de abril, numa parceria entre o município de Alvaiázere e os estabelecimentos de ensino. A abertura oficial, decorreu pelas 11 horas do dia 1 de abril, no Pavilhão Desportivo de Alvaiázere, com a intervenção da Presidente da Câmara Municipal, Célia Marques, que depois de cumprimentar todos os presentes, se congratulou pelo facto do município ser parte ativa nesta semana, e assim contribuir para o desenvolvimento integral dos jovens do concelho. Finalizou desejando o maior sucesso para esta semana e agradeceu a todos os seus intervenientes.

No uso da palavra, a Professora, Fernanda Silvério, deu também as boas vindas a todos os alunos, dos ciclos de ensino presentes, do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere e da ETPSICÓ e seus respetivos representantes. Desejando também uma boa semana, apelou aos alunos para que aproveitassem ao máximo e com alegria as atividades que o município gentilmente oferece. Continuou fazendo a apresentação dos diversos grupos de ginástica acrobática a cargo do professor, Miguel Cardoso, que em sincronia com a música elaboraram elementos acrobáticos de elevado nível que a todos encantou. A apresentação foi feita conforme atuação dos respetivos grupos, nomeadamente: 1º - 12ºA – Constituído pelos elementos: Catarina Carvalho, Catarina Simões, Beatriz Domingos, Ana Carolina, Carolina, Cármen, Nádia, Professor Miguel Cardoso e Professora Sandrina Cordeiro. Música “Sail”; 2º - 10ºA – Constituído pelos elementos: Tatiana Jesus, Rodrigo Ferreira, Bernardo, Rodrigo Matias, Daniela, Ana Gomes, Mariana Pinheiro, Mariana Carvalho, Letícia, Ana Sofia e Jéssica. Música “I Gotta Feeling”; 3º 11ºA – Constituído pelos elementos: Filipa, Rúben, Alexandre, Inês, Tatiana, Tiago, Sara, Marta e Gabriela. Música “Say My Name”; 4º - 10ºA – Constituído pelos elementos: Rodrigo Ferreira, Professor Miguel Cardoso, Miguel, André, Jay, João Mendes, Beatriz, Ronya, Liliana, Elsa, Sofia e Joaquim. Música “Don’t Let Me Down”; 5º - 11ºA – Constituído pelos elementos: Gabriela, Alexandre, José, Nuno, Xavier, Filipa, Soraia, Cremilde, Joaquim e Rodrigo. Músicas “Bury a Friend” e “Ai Se Ele Cai”; 6º - 10ºA – Constituído pelos elementos: Raquel, Carolina, Sara, Laura, Joana, Ana Sofia, Sofia, Gonçalo, David, Rodrigo Ferreira e Andreia. Música “Timber”.

Atividades ao longo da XVIII Semana da Educação

Ainda no primeiro dia da semana da educação, no período da tarde, a Casa Municipal da Cultura acolheu o espetáculo teatral “P.U.D.I.M. – Alimentação saudável e património natural” pelo grupo” Rebento, da Companhia Cepa Torta”, destinado aos alunos do 2.º ciclo do ensino básico, permitindo-lhes adquirir os principais conceitos relacionados com hábitos alimentares saudáveis de uma forma lúdica e descontraída.

Mais tarde decorreu no mesmo espaço uma acção de sensibilização no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, promovida pelo Gabinete Técnico Florestal, destinada aos alunos do 3.º ciclo do ensino básico.

Na Biblioteca Municipal, decorreu um workshop para os formandos do Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património (CEARTE) e para as costureiras do concelho, ministrado pela designer Paula Caria, subordinado ao tema “Têxteis artesanais e emprego no feminino, um olhar sobre a natureza transformada em arte”. E ainda uma visita guiada à exposição “O amor é azul”, resultante dos trabalhos produzidos no curso de educação e formação de adultos de modelista de vestuário do CEARTE, a que se seguiu a entrega dos certificados de formação aos formandos deste curso, bem como aos formandos do curso de condução de tratores.

No período da manhã do segundo dia da Semana da Educação, as crianças do ensino pré-escolar assistiram, na Casa Municipal da Cultura, ao espetáculo de leitura encenada, ABC dos Animais, enquanto no Museu Municipal decorria o workshop “Brincar com os sentidos”, que visa despertar os sentidos das crianças como forma de redescobrir o mundo, fomentando a sua interação e a criação de laços entre toda a comunidade escolar. Ainda no período da manhã, a autora Lurdes Breda conversou com os alunos do 1.º ciclo do ensino básico sobre o tema da inclusão, a partir da obra “Bichonias, A Avó que Sonhava o Mar, A Nuvem que Chovia Peixes e O Menino Quatro-olhos”, matéria que foi também tema de debate em sessão decorrida no início da tarde, agora com os alunos do 2.º ciclo, despertando consciências para a afirmação das potencialidades humanas, independentemente das diferenças.

O segundo dia, da Semana da Educação, encerrou com o espetáculo teatral “Somos Pessoa, para os alunos da Universidade Sénior e do Ensino Secundário.

No terceiro dia da Semana da Educação, as crianças do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico do concelho de Alvaiázere, construíram um “Laço Azul”, símbolo de negação do flagelo da violência infantil, assinalado durante o mês de abril, como o mês internacional da prevenção dos maus-tratos na infância, em parceria com a CPCJ de Alvaiázere. Ainda neste dia, iniciou-se o Torneio de Natação, para os alunos do ensino secundário. E para promover o contato com manifestações culturais diferentes exibiu- se o filme de animação “Grinch”, para as crianças do jardim-de-infância e, depois, em segunda sessão, para os alunos do 1.º ciclo do ensino básico.

O quarto dia começou com música, a animar a “pequenada” das creches do concelho de Alvaiázere, pela oficina para bebés “Brincar com a música”, realizada na Biblioteca Municipal, para potenciar o contacto desde cedo com as diversas manifestações artísticas, a noção rítmica e a sonoridade do mundo, através da música.

No final da manhã os alunos do 3.º ciclo do ensino básico, participaram nas Olimpíadas desportivas, com quatro modalidades de atletismo: 100 metros, 400 metros, lançamento do peso e salto em comprimento.

De tarde, os Serviços Educativos do Museu Municipal promoveram um passeio e ação de limpeza ambiental com os alunos do 2.º ciclo do ensino básico, na Mata do Carrascal.

Para promover a intergeracionalidade os alunos da Universidade Sénior assistiram ao filme Tempos Modernos, da Coleção Charlie Chaplin e participaram numa aula de dança, ministrada pela “SoA dance studio”, de Coimbra.

O quinto dia da XVIII Semana da Educação foi inteiramente dedicado à música e ao teatro. Pela manhã, os alunos do primeiro ciclo do ensino básico assistiram à versão da obra dos irmãos Grimm, “Os Músicos de Bremen”, pelos WindDidaticQuintet, contada por uma flauta transversal, um oboé, um clarinete, um fagote e uma trompa e narrado por Nádia Gomes, professora do Orfeão de Leiria – Conservatório de Artes (OLCA).

A tarde acolheu duas peças da Academia de Teatro Tin.Bra, que evocam o universo literário de Sophia de Mello Breyner, no ano em que se comemora o centenário da escritora. Pelas 14:30 os alunos do terceiro ciclo do ensino básico assistiram à peça “Infinito de Sofia”, seguindo-se a apresentação de “No Sotão da Avó Sofia”, para os alunos do primeiro ciclo.

Workshop “Bem-me-quer, mal-mequer: as duas faces do amor…”

No dia 3 de abril na Casa da Cultura, decorreu um workshop “Bem-me-quer, mal-me-quer: as duas faces do amor… violência no namoro”, para os alunos do 12º ano e no dia 4 de abril, realizou-se mais uma edição para os alunos dos 10.º e 11.º anos de escolaridade.

Uma atividade que pretendeu promover a equidade nas relações e combater o flagelo da violência no namoro e foi dinamizada pela Psicóloga, Edna Fernandes, que conseguiu captar o interesse dos alunos, pela forma didática pedagógica e cativante de dirigir o workshop, levando estes a interagir e a envolverem-se no desenvolvimento dos trabalhos.

No final da sessão do dia 4 de abril, solicitámos um breve apontamento sobre esta problemática, tendo a Psicóloga, Edna Fernandes, referido “Em Portugal temos assistido nos noticiários nos últimos anos casos de violência no namoro, sendo que nos casos mais graves infelizmente acontecem os homicídios ou suicídios. Tal problemática tem possibilitado um olhar mais abrangente da violência nas relações de intimidade. A violência no namoro apresenta-se como fenómeno social, mediático e jurídico no nosso país, o que o faz ganhar espaço para a discussão pública e no meio académico.

Atualmente os estudos apontam para uma percentagem significativa de jovens e adolescentes que sofrem algum tipo de violência no namoro, o que representa um grave problema por estar muito difundido nesta população jovem. Diante de tais dados surge uma preocupação quando pensamos no desenvolvimento psicossocial que deve ser adequado nesta população, mas que desta forma fica em risco. A violência causa prejuízos tanto para as vítimas quanto para os perpetuadores e pode ainda provocar um impacto secundário nos outros, principalmente os que estão inseridos na rede social das vítimas ou dos agressores.

Os adolescentes e jovens que se envolvem em relações de namoro podem vivenciar diversas formas de violência. Entre elas encontra-se a violência física, a violência sexual e a violência psicológica. Diante deste fenómeno grave e transversal torna-se relevante uma maior compreensão sobre o tema, para possibilitar a realização de programas adequados e eficazes de prevenção entre os adolescentes e jovens”.

E foi precisamente com este propósito que na XVIII Semana da Educação se abordou este tema para os alunos do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere e da ETPSICÓ do Município de Alvaiázere, no intuito de informar e esclarecer que todos podem ter uma relação saudável e podem também ajudar um amigo( a) que esteja numa relação violenta de namoro. E concluímos com um pensamento de E. Erikson “A esperança é a crença duradoura na possibilidade de se atingir desejos fervorosos…”

Encerramento da Semana da Educação com Sarau Cultural

A XVIII Semana da Educação encerrou na noite de 6 de abril com o Sarau Cultural, em tenda instalada, pela primeira vez, no Parque Multiusos, que juntou cerca de 400 pessoas, alunos, formandos, professores, funcionários e famílias, que puderam assistir a diversas manifestações culturais em torno da temática do “Património Natural”, promovidas pela própria comunidade escolar. Após a abertura, o sarau iniciou-se pelos alunos do Agrupamento de Escolas, com diversas intervenções de grande qualidade nomeadamente: Momento musical - Ensino Pré-escolar; Leitura de poesia - 1º CEB; Projeto Sobe (música) – 1º CEB; Teatro - Clube de Teatro da Escola Básica e Secundário Dr. Manuel Ribeiro Ferreira – Como é que eles são; Leitura de poesia - 2º CEB. De seguida verificou-se a intervenção da comunidade com a peça de teatro pela - Associação Casa do Povo de Maçãs de Dona Maria – Mercado de produtos regionais. Outras estruturas educativas participaram com a apresentação de um Vídeo - Polo de Alvaiázere da ETP Sicó – VoxPop: “Património Natural” e um Desfile de moda - CEARTE, polo de Cabaços – O Amor é Azul (Coordenados pelo curso EFA de Modelista de Vestuário). O Agrupamento de Escolas de Alvaiázere fez-se representar mais uma vez com mais, Leitura de poesia - 3º CEB e Teatro - Clube de teatro da Escola Básica e Secundário Dr. Manuel Ribeiro Ferreira – Leandro, Rei da Helíria. De seguida o Polo de Alvaiázere da ETP Sicó apresentou - Atividade de Flair.

Volta o Agrupamento de Escolas de Alvaiázere com leitura de poesia pelo Ensino Secundário e o Teatro pelo Clube de teatro da Escola Básica e Secundário Dr. Manuel Ribeiro Ferreira – O Aquário.

O Polo de Alvaiázere da ETP Sicó remata a sua atuação com mais poesia pelo ensino secundário. E por sua vez o Agrupamento de Escolas de Alvaiázere termina com momento musical pelo Clube de música da Escola Básica e Secundário Dr. Manuel Ribeiro Ferreira. Num gesto de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e apresentado à comunidade o sarau terminou com a entrega de certificados de participação.

Assim, encerrou da melhor forma mais esta Semana da Educação que contribuiu para a formação integral das crianças e jovens do concelho e fomentou o contato entre os alunos dos vários estabelecimentos de ensino do concelho e ainda permitiu fazer a ligação da escola a toda a comunidade Alvaiazerense.

Teodora Cardo