Manuel Ribeiro Ferreira foi condecorado a título póstumo

Medalha de Honra do Município

Ainda no âmbito das celebrações do Dia do Concelho, este ano o ilustre alvaiazerense condecorado com a Medalha de Honra do Município foi, a título póstumo, Manuel Ribeiro Ferreira. Este prémio "destina-se a homenagear pessoas coletivas ou singulares que, pelos seus excecionais serviços, contributos para com a comunidade ou atos praticados, alcancem mérito extraordinário."

Manuel Ribeiro Ferreira deu um enorme contributo para o crescimento e a divulgação do Concelho de Alvaiázere, deixando, após a sua morte, um legado histórico. Nascido a 11 de agosto de 1907, no Casal Novo (numa casa que os seus pais, António José Ferreira e Francelina Ribeiro Ferreira, haviam mandado construir em 1890), teve quatro irmãos: António Ribeiro Ferreira, Luís Ribeiro Ferreira e duas irmãs que faleceram precocemente. A 17 de maio de 1926, na altura com 18 anos, fundou o Jornal O Alvaiazerense, no qual ocupou o cargo de diretor. No que diz respeito a fundações, é ainda de salientar que esteve também envolvido na criação da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere e do Novo Club Alvaiazerense. Logo no ano seguinte, concluiu, de forma precoce e com elevada classificação, a sua licenciatura em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, tendo exercido advocacia em Alvaiázere, Ansião e Lisboa. Para além disso, ocupou ainda vários cargos de relevo a nível local e nacional, referidamente: administrador do Concelho de Alvaiázere; membro da Comissão Administrativa do Hospital de Santa Cecília; vereador e presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere; Governador Civil de Leiria; administrador do quarto Bairro Administrativo de Lisboa; chefe de Gabinete do Ministro do Interior, Conselheiro Albino dos Reis; secretário da Assembleia Nacional e ainda presidente da União Nacional do Distrito de Leiria, tendo sido condecorado com a Cruz de Cristo.

Manuel Ribeiro Ferreira foi, ainda em vida, homenageado por diversas vezes, devido "às suas magníficas qualidades de carácter, mas também como forma de agradecimento pelos muitos melhoramentos que, por sua influência e iniciativa, tem obtido o Concelho de Alvaiázere". Falecido a 17 de janeiro de 1995, sempre contribuiu para o desenvolvimento das Instituições, tendo deixado, em testamento, 15 mil contos a favor da Igreja Paroquial, dos Bombeiros Voluntários e da Santa Casa da Misericórdia; e, ainda em vida, vários terrenos para domínio público, sendo por este motivo que a Escola do Concelho ostenta o seu nome.

No momento da condecoração, Teresa Morais, Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, enalteceu a iniciativa do Município de Alvaiázere distinguir "homens que fizeram a diferença", mostrando-se também bastante satisfeita por simultaneamente poder homenagear um familiar da presidente do Instituto da Segurança Social, Mariana Ribeiro Ferreira.