Ariques e Marques vão integrar a Rede das Aldeias do Calcário

Neste mês de janeiro a Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó anunciou publicamente a criação da Rede das Aldeias do Calcário como forma de promoção do turismo na região e de valorização deste produto endógeno.

Na primeira fase do projeto, foram seis os Municípios eleitos para integrar a Rede, sendo escolhida uma aldeia de cada um deles: Ariques (Alvaiázere), Granja (Ansião), Casmilo (Condeixa-a-Nova), Chanca (Penela), Poios (Pombal) e Cotas (Soure).

Para a segunda fase estão já selecionadas as aldeias de Marques (Alvaiázere), Aljazede (Ansião), Poço (Condeixa-a-Nova), Aldeia do Ferrarias (Penela), Aldeia do Vale (Pombal) e Pombalinho (Soure).

O projeto, que tem como investimento previsto um valor de 200 mil euros (repartidos pelas autarquias e pela Associação), foi considerado estratégico para o futuro da região, que ainda não está devidamente explorada. Desta forma, pretende-se criar esta Rede para unir estas aldeias que têm em comum as construções em calcário e ao mesmo tempo potenciar a promoção do seu património turístico e cultural, sendo a primeira vez que a Associação Terras de Sicó aposta num projeto deste género.

A candidatura feita pela Associação Terras de Sicó será agora analisada pelo Programa de Desenvolvimento Rural no âmbito da medida de Renovação de Aldeias, estando prevista a construção de uma unidade de apoio à visitação, feita em calcário, que será o elemento identificador de que a aldeia pertence a esta Rede. Para além disso, a Associação vai investir na interligação entre as aldeias, com a criação de itinerários e a colocação da sinalética adequada, entre outros aspetos.

O arranque do projeto está previsto para este ano, seguindo-se depois a sua consolidação e o alargamento a outras aldeias da região.