Notícias Breves

No passado dia 5 de outubro, o Município de Alvaiázere organizou mais uma edição do Trail do Chícharo, tendo-se verificado a inscrição de mais de 400 atletas.

Esta prova, que já vai na 3.º edição, contou com quatro provas, sendo três delas cronometradas e uma caminhada de lazer. Na caminhada estiveram presentes cerca de 200 participantes, enquanto que no trail curto, de 12 Km, participaram mais de 130 atletas. Já no trail longo, com uma distância de 20 Km participaram 60 atletas e no trail kids inscreveram-se 10 atletas.

No próximo mês de novembro terá início um projeto piloto que se destina à população idosa mais isolada do concelho de Alvaiázere.

Esta nova resposta social, de carater gratuito, designada “Capacitar para partilhar”, resulta da união de quatro instituições de carácter social do concelho de Alvaiázere, são elas a Santa Casa da Misericórdia de Alvaiázere, a Associação Casa do Povo de Maçãs de D. Maria, a Associação Social Cultural e Recreativa de Almoster e o Centro Cultual Recreativo e Social de Pussos.

A população alvaiazerense tem ao seu dispor, desde o passado dia 30 de setembro, um novo serviço na vila, o Cartório Notarial. Marta Machado Cruz revelou ao jornal “Alvaiazerense” que Alvaiázere tinha a licença que mais lhe agradou, “por estar mais perto de casa” e, por isso, decidiu vir para cá.

O Município de Alvaiázere procedeu ao arrendamento do Parque de Campismo. Neste sentido, foi assinado contrato no dia 12 de setembro com António Castelão, empresário do concelho de Alvaiázere com atividade na promoção e organização de atividades ao ar livre, que garantiu o arrendamento do equipamento, aquando da hasta pública realizada no dia 8 de agosto.

A Câmara Municipal de Alvaiázere aprovou a atribuição de dois mil euros, a título de incentivo, ao empreendedor Luís Miguel Silva, na sequência de uma candidatura no âmbito do Regulamento do Ecossistema Empresarial Empreendedor de Alvaiázere, feita pelo jovem.

De acordo com a autarquia, o apoio é atribuído “a fundo perdido”, pelo período de dois anos e o montante destina-se a custear despesas de água, luz e comunicações, devendo o candidato apresentar o original das faturas e os respetivos comprovativos de pagamento.

A empresa José Bicho Unipessoal, com sede em Alvaiázere, de “fabrico de produtos forjados, estampados e laminados, atividades de serralharia geral, tratamento e revestimento de metais, adquiriu 6 lotes – 14 a 20 – da área empresarial de Rego da Murta, num total de 12.912 metros quadrados.

Esta empresa foi a única participante na hasta pública lançada pela Câmara Municipal de Alvaiázere e apresentou uma proposta de compra dos 6 lotes pelo valor de 10 cêntimos o metro quadrado, totalizando assim 1.291,23 euros.

À semelhança do resto do país, também o nosso Concelho foi palco de alguns incêndios durante o mês de agosto, todos eles prontamente atacados pelos bombeiros, não causando danos de maior, nem pondo a vida e habitações das pessoas em perigo.

Um incêndio, no dia 14, na localidade de Carvalhal de Pussos, com início às 15h04, em povoamento agrícola, chegou a ser combatido por 50 homens, 10 veículos e dois meios aéreos. Prontamente atacado pelos bombeiros, não causou danos de maior, tendo ardido alguma área com árvores, nomeadamente oliveiras.

As primeiras notícias foram avançadas pela “radioHertz” no dia 26 de agosto e davam conta de “suspeitas de violação” de uma jovem de 19 anos, em Maçãs de D. Maria.

“O Alvaiazerense” entrou em contacto com a Guarda Nacional Republicana que nos confirmou que a “vítima foi encontrada inconsciente e com muitos hematomas, na madrugada de domingo dia 25, junto ao recinto da festa de Maçãs de D. Maria, tendo os primeiros socorros sido prestados pelos BVA. O seu estado de saúde era de tal forma delicado que foi transportada para a urgência do Hospital da Universidade de Coimbra.

João Nuno Castelhano foi ordenado padre a 30 de junho, pelas 16h, na Sé Nova de Coimbra, por D. Virgílio Antunes, bispo naquela diocese. A ordenação sacerdotal contou com a presença de muitos fiéis, provenientes da paróquia natal de João Nuno (Seixo, Mira) e daquelas que tem servido ultimamente, nomeadamente Alvaiázere, Ansião e Beco.

Um incêndio deflagrou numa zona florestal na localidade de Melgaz, Pussos São Pedro, no dia 11 de julho. O alerta foi dado por um vigia florestal pelas 14h16 e o incêndio chegou a ter duas frentes ativas.

O incêndio desenvolveu-se de forma “muito violenta e muito forte”, referiu Mário Bruno, comandante dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere, em declarações à SIC Notícias.

O comandante destacou ainda a “resposta musculada e rápida” de todos os meios envolvidos, perante este cenário e tendo em conta as temperaturas que neste dia se fizeram sentir, a rondar os 40ºC.